Vacinar crianças é ato de amor e responsabilidade dos pais, diz coordenadora do Ministério da Saúde

As doenças como sarampo, poliomielite e coqueluche foram erradicadas no Brasil por um motivo: vacinação

Cleonice Miranda 09/07/2018 08:20:52 Saúde
QTq1tDU1lrwR
Foto ilustrativa JovemPan




Diante dos casos de sarampo registrados na região Norte, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, o Ministério da Saúde investe na informação e convoca pais a levarem seus filhos para tomarem a vacina contra doenças que até então estavam erradicadas.

Carla Domingues, afirmou que as doenças como sarampo, poliomielite e coqueluche foram erradicadas no Brasil por um motivo: vacinação

“Nos últimos dois anos verificamos queda na cobertura vacinal, não só da polio, mas de outras doenças. A doença ainda acontece em outros países, e se pararmos de vacinar nossas crianças, as doenças podem aparecer. É uma doença que pode matar. O legado de vacinar e erradicar só foi possível graças à vacinação”, explicou.

Atualmente, o Ministério possui 38 mil postos que possuem as vacinas no Sistema Único de Saúde. “O que a gente tem visto é pais que nunca conviveram com essas doenças, eles próprios beneficiados pela imunização por isso não conhecem caso de paralisia, sarampo, coqueluche, por isso acham que elas não vão voltar a acontecer e não tem gravidade. É ato de responsabilidade e dever deles de levarem seus filhos para serem vacinados. Os pais deles acreditaram no Ministério da Saúde, por que eles deixaram de acreditaram?”, questiona a coordenadora. Uma das causas com certeza foram as inúmeras fake News espalhadas pelas redes sociais.

O alerta da pasta é que cada gestor, cada município, olhe seus dados e verifique onde há população não vacinada.


Leia mais:

Conheça a poliomelite, doença que volta a preocupar brasileiros e profissionais desaúde

Conheça o sarampo, proteja você e sua família

Fonte: UOL



Curta a nossa pagina no facebook

Clique Brasil

Postagens Semelhantes